Quinta-feira, 17 de Junho de 2004

Espaço

Sophia.jpg

Deixei o tempo em casa, dividido entre a segunda e a terceira gaveta do lado
esquerdo da secretária. Não me apeteceu traze-lo desta vez. Tinha pouco espaço nos bolsos. As chaves de casa, do carro, a carteira, o telemóvel e a máquina fotográfica deixaram-me sem espaço para o tempo. Agora, que já gastei as chaves e a bateria do telemóvel, trocava de bom grado a decisão anterior e teria posto no bolso um bocado de tempo. Um que passasse sem me obrigar a pensar nos outros já gastos e nos que ainda provavelmente tenho para gastar.


publicado por migueL às 17:37
link do post | comentar | favorito
15 comentários:
De Tita a 9 de Julho de 2004 às 16:15
Bem , ja foi posto ha tanto tempo (e eu pensava que já o tinha comentado) e agora parece que foi posto e proposito face aos acontecimentos tragicos em relaçao a esta senhora....
O blog nao acabou, pois nao? Por favor diz-me que nao!!!!*********


De Yardbird a 7 de Julho de 2004 às 20:17
O tempo é aquilo que fazemos dele. Gostei da parábola :)


De Chico do Cano"Canalizador Oficial do Euro 2004" a 6 de Julho de 2004 às 16:17
Inveja a invariável calma do tempo e a doçura cândida das cãs.


De sibylla a 6 de Julho de 2004 às 15:44
Miguel? Doçura? Something must be wrong in here. Wake up. Time for a new post, dear. A soft and tender kiss


De sibylla a 3 de Julho de 2004 às 11:14
"Este é amor das palavras demoradas/
Moradas habitadas/
Nelas mora/
Em memória e demora/
O nosso breve encontro com a vida"_____

Sophia de Mello Breyner Andersen

P.s.: estou muito triste contigo Miguel


De sibylla a 25 de Junho de 2004 às 12:07
Ás vezes, ás vezes, Miguel, dou-te razão. Isto é mesmo uma merda que apetece engolir em muito álcool. Muito mesmo. Até nos esquecer-mos da existênciade nós próprios. Só, ás vezes...


De C. a 20 de Junho de 2004 às 14:18
Tempo... o que medeia demais quando se espera por um post teu...


De Miss Kakfa a 20 de Junho de 2004 às 01:00
É um recurso que não é inesgotável... (aí está um bom livro que li há pouco tempo).


De Miss Kakfa a 20 de Junho de 2004 às 01:00
É um recurso que não é inesgotável... (aí está um bom livro que li há pouco tempo).


De sibylla a 18 de Junho de 2004 às 20:13
UUps... em vez de nunca, é sempre... ai, esta cabecita no ar... é do tempo, Miguel ;-)


Comentar post

.arquivos

. Abril 2012

. Dezembro 2009

. Agosto 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Fevereiro 2008

. Setembro 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Junho 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004